Free Software Foundation anuncia novo presidente


Free Software Foundation anuncia novo presidente

Após quase um ano da renúncia do fundador e presidente, Richard Stallman, o ex-tesoureiro da fundação, Geoffrey Knauth, assumirá o cargo.

Nesta quinta (5), o conselho da Free Software Foundation (FSF) anunciou o seu mais novo presidente. Geoffrey Knauth deve assumir a cadeira deixada por Richard Stallman. O episódio acontece após o aclamado programador e hacker renunciar ao posto em setembro passado.

Knauth é um professor de ciência da computação no Lycoming College, além de ser membro veterano da FSF. O anúncio da nova presidência acontece após quase um ano do desligamento de Stallman.

Geoffrey Knauth assume a presidência da FSF após servir como tesoureiro da fundação. Créditos: Free Software Foundation

De acordo com o perfil de Knauth no site oficial da fundação, o bacharel em economia possui experiências como programador, analista de sistemas e engenheiro associado sênior. Além disso, o novo presidente contribuiu ativamente para o desenvolvimento do GNU Objective-C, linguagem de programação orientada a objeto. Anteriormente, ele ocupava o cargo de tesoureiro na FSF.

Em nota publicada no site da fundação, o novo presidente se pronunciou sobre a posse. “O conselho da FSF me escolheu neste momento como um líder servidor para ajudar a comunidade a se concentrar em nossa dedicação compartilhada, para proteger e desenvolver software que respeite nossas liberdades. Também é importante proteger e aumentar a diversidade de membros da comunidade. nossa diversidade de experiências e opiniões que temos criatividade, perspectiva, força intelectual e rigor”, escreveu Knauth.

A Free Software Foundation é uma organização sem fins lucrativos, fundada por Richard Stallman em 1985. A fundação se dedica a eliminar restrições sobre cópia, modificações de programas de computador e estudo, promovendo a cultura do software livre.

Renúncia conturbada

Em setembro do ano passado, Stallman renunciou ao cargo de presidente da Free Software Foundation. A decisão controversa foi motivada por conta de um e-mail vazado, no qual declarou acreditar que as vítimas dos abusos sexuais a menores de Jeffrey Epstein estavam “totalmente dispostas”.

Após o site Motherboard publicar a declaração, Stallman também renunciou ao cargo na prestigiosa universidade de Massachusetts (MIT). Conhecido por ter criado o sistema operacional GNU em 1983, o hacker também é ativista do uso de Software Livre.

Via: Free Software Foundation

comments powered by Disqus