news,

Projeto ensina programação a crianças na rede pública de SC

Marcos Marcos Siga-me Oct 16, 2019 · 2 mins read
Projeto ensina programação a crianças na rede pública de SC
Share this

Objetivo do programa é antecipar o acesso dos jovens aos conceitos e incentivar inovações tecnológicas na região.

Cinco mil alunos de 8 a 12 anos da rede municipal de ensino da região da foz do Itajaí-Açu, em Santa Catarina, estão aprendendo a programar de uma forma prática e lúdica. A ação ‘Programando o Futuro’, que já chegou às cidades de Bombinhas, Porto Belo, Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Penha e Ilhota, aposta no ensino da linguagem de programação, visando criar um polo de inovação na região.

Organizado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o programa, chamado de Amfritec, usa a metodologia Scratch do instituto norte-americano MIT. A partir dela, os alunos desenvolvem a criatividade e a curiosidade ao criar jogos e aplicações básicas e interativas, em um sistema que emprega linguagem adaptada à idade.

O “Programando o Futuro” agregou outro projeto desenvolvido na região, o “Educando o Olhar” para o Turismo da Costa Verde & Mar. As cartilhas de programação abordam o turismo, e a ideia é que as crianças se inspirem para criar jogos e aplicativos a serem utilizados com intuito turístico na região – seja em restaurantes, hotéis ou em atrações das cidades.

Qual é o futuro do Amfritec?

O objetivo do programa, que conta com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), é alcançar 10 mil crianças até o fim do ano. Para isso, o projeto prepara a inclusão das aulas no período de turno escolar – por enquanto, elas ocorrem no contraturno. Em Itajaí, um acordo firmado com a Secretaria de Educação deve aumentar o número de crianças e adolescentes participantes de 2,8 mil para mais de 4 mil.

A preparação de crianças é um dos principais eixos do programa Amfritec. Além da ação ‘Programando o Futuro’, o projeto também disponibiliza 11 cursos gratuitos em tecnologia e inovação para jovens a partir dos 17 anos. O Amfritec mapeou vagas no setor de inovação na região, à procura de novos profissionais.

Via: NSC Total


Comentários