Empresa cria máscara de proteção com fone de ouvido embutido


Empresa cria máscara de proteção com fone de ouvido embutido

Além disso, é possível usar o microfone implementado para realizar chamadas

As máscaras tornaram-se itens essenciais na pandemia do novo coronavírus. Para tentar se destacar nesse mercado, diversas empresas lançaram produtos inusitados, como é o caso da MicroClimate, que criou um capacete de proteção. Agora, uma nova proteção facial foi desenvolvida pela empresa Maskfone, e é voltada para os fãs de música.

Batizada com o mesmo nome da companhia, a criação é uma máscara que se conecta ao smartphone do usuário e pode reproduzir músicas, pois conta com fones de ouvido embutidos. Além disso, usando um pequeno microfone em seu corpo, é possível atender chamadas – isso deve reduzir os sons abafados em ligações com pessoas utilizando a proteção.

Por enquanto, não há especificações técnicas dos fones de ouvido, mas o site oficial da criação cita que há o fornecimento de “áudio cristalino e graves potentes”. Para controlar a reprodução de mídia, a máscara ainda conta com botões em sua superfície.

Empresa promete “áudio cristalino e graves potentes”. Foto: Maskfone/ Divulgação Máscara fone

Na parte de autonomia, os criadores prometem que, com apenas uma carga, é possível atingir até 12 horas de reprodução de músicas. Caso o microfone também seja utilizado, esse total é reduzido para até oito horas.

Obviamente, a tecnologia é importante, mas se tratando de um item de proteção, a segurança fornecida também deve ser considerada. Por isso, a máscara conta com cinco camadas, incluindo um espaço para um filtro removível.

Em sua composição, há três filtros PM2.5, mas que podem ser substituídos por proteção N95 ou FFP2. A empresa afirma que a máscara pode ser utilizada por 200 horas antes que seja necessário trocar o filtro – embora essa duração possa ser um pouco exagerada.

Atualmente, a Maskfone está disponível para encomenda diretamente no site da empresa. O preço definido é de US$ 50 (R$ 278 em conversão direta). Apesar disso, ainda não há uma data específica para que o produto seja entregue.

A companhia ainda declara que parte do valor arrecadado com a venda das máscaras será enviada para a Organização Mundial da Saúde para ajudar no combate a doenças infecciosas.

Via: InPutMag Olhar Digital

comments powered by Disqus