Microsoft dará US$ 100 mil para quem hackear sua versão do Linux


Microsoft dará US$ 100 mil para quem hackear sua versão do Linux

A Microsoft anunciou um desafio para especialistas em segurança que vai premiar o vencedor com um prêmio de US$ 100 mil — aproximadamente R$ 565 mil em conversão direta na cotação atual.

A tarefa é conseguir encontrar bugs, explorar falhas e hackear o Azure Sphere OS, a versão de Linux da empresa utilizada em projetos de Internet das Coisas (IoT). A plataforma foi oficialmente apresentada em 2019 e serve para unir diferentes aparelhos em um ecossistema conectado, como uma residência cheia de dispositivos inteligentes. O objetivo da empresa é fechar eventuais brechas com a ajuda da comunidade, antes que elas sejam exploradas por pessoas mal intencionadas.

Ao todo, são dois prêmios do mesmo valor, mas para tarefas diferentes em cenários específicos: executar códigos dentro do ambiente de segurança Pluton e fazer o mesmo na sandbox Secure World.

Como participar

As inscrições para o programa de recompensas começam no dia 15 de maio de 2020, com avaliações semanais do currículo dos interessados e aprovações notificadas via email. O desafio vai acontecer entre 1º de junho e 31 de agosto deste ano. Para participar, basta preencher o formulário da Microsoft e aguardar o retorno.

A empresa também divulgou a página com toda a documentação necessária para você conhecer o o Azure Sphere e entender exatamente o que é preciso fazer para levar o prêmio para casa.

Via: Microsoft

comments powered by Disqus